ANOS 50
O Arranque
Nascida em 1952 no Entroncamento, Compal foi resultado da associação de um grupo de entusiastas, uns visionários preocupados com os problemas da indústria alimentar. Tendo começado pela transformação de tomate, desde o início que um dos pontos fulcrais foi o contacto com produtores portugueses.

A primeira campanha publicitária surgiu também nesta década revelando desde cedo a natureza inovadora e dinâmica da marca. Transmitir aos consumidores a qualidade dos seus produtos foi desde sempre uma preocupação.
DESDE 2010
Novas Oportunidades
Em 2012 a marca celebrou 60 anos de tradição, confiança e boas memórias.

O ano de 2014 assinala uma nova etapa na vida da marca Compal com o novo reposicionamento estratégico. Este novo caminho teve por base uma grande ideia global, construída a partir de estudos de consumidor realizados nos mercados nacional e internacional.

No seguimento do novo posicionamento e de procurar uma visão única e internacional, a marca  relançou-se com uma nova identidade mais natural, mais moderna e uma nova arquitetura de marca, mais simples.

Hoje, tudo o que fazemos está assente nos pilares de Portugalidade, Frutologia e Naturalidade. Somos nacionais e tentamos que os nossos sabores também sejam, por isso compramos fruta de qualidade superior, de variedade ou origem determinada a vários produtores e cooperativas da nossa terra.

Temos também uma presença global em 60 países onde levamos o melhor do que se faz cá. Somos especialistas a trabalhar fruta, fazemo-lo com mestria e continuaremos a desenvolver esta obsessão de ter sempre os sumos e néctares mais deliciosos. Não usamos corantes nem conservantes, somos naturais, é assim que garantimos a qualidade dos nossos produtos. Como os nossos sumos e néctares são únicos, não os produzimos para mais ninguém.

Compal enfrenta os próximos 60 anos com otimismo e entusiasmo de quem sabe que faz bem!
ANOS 00
Celebrar 50 Anos
Em 2002 celebraram-se os 50 anos da empresa Compal. Esta é uma década caracterizada pelo otimismo e por novos desafios empresariais. A Compal está de Parabéns!

Para os vencer foram necessárias várias adaptações, reestruturações internas e um novo Plano Estratégico que assegurasse a concretização dos objetivos propostos, entre outros: o aumento da capacidade produtiva e a afirmação da marca Compal.

Depois da fusão com a Sumol (2009), a Compal faz hoje parte da maior empresa de bebidas não alcoólicas em Portugal, a SUMOL+COMPAL. Esta integração trouxe novas oportunidades à marca.
ANOS 90
Grupo Jorge de Mello
A década de 90 vem confirmar o papel de liderança da Compal nos seus segmentos de mercado mais importantes. Com a privatização da Nutrinveste e o retorno a acionistas já conhecidos, sob a órbita da família Mello, a gestão da empresa ganha uma nova visão e dinamismo tornando-a numa referência no mercado.

Com a entrada de Portugal na CEE o mundo empresarial revelou-se bem mais exigente e a abertura do mercado interno uma porta aberta para novos desafios.

As marcas Light, Fresh e Vital nascem nesta década de dinamismo para responder aos nossos consumidores, cada vez mais exigentes.
ANOS 80
Novo Rumo
Nesta década de instabilidade e crise acentuada Compal continua a acompanhar os movimentos da economia e política portuguesa. Com o início da integração de Portugal na CEE crescem as esperanças de alcançar um mercado maior para a marca.

Foi também nesta década que se instalou a primeira linha de enchimento de Tetra Pak trazendo assim à marca Compal a modernidade e inovação ainda hoje valorizadas pelos consumidores.

Nesse mesmo ano o Estado integra a Compal numa sub-holding chamada Nutrinveste com o objectivo de conferir maior racionalidade à sua gestão e prepará-la financeiramente para o relançamento.
ANOS 70
Um Período Agitado
Foram anos de grande agitação e turbulência em Portugal com reflexos na economia e nas empresas.

A desintegração do Grupo CUF e consequente nacionalização da Compal causou alguma instabilidade interna à empresa que abrandou momentaneamente o seu ritmo de desenvolvimento.

Mais tarde, com a normalização da situação política, a empresa estabilizou provando que com perseverança e empenho é possível ultrapassar os mais diversos obstáculos.
ANOS 60
O Nascimento dos Néctares
Na década de 60 Compal foi integrada no maior consórcio económico português na altura: a CUF (Companhia União Fabril). Esta integração permitiu o reforço de capitais da empresa, o recurso ao crédito e a construção de uma nova unidade fabril – Almeirim (1964). Criou-se assim a esperança de uma era de grande sucesso.

Foi nesta fase de grande dinamismo que se lançaram os primeiros sumos, começando com Laranja e passando rapidamente para outros sabores como os míticos Alperce e Pera Rocha.
ANOS 50
O Arranque
Nascida em 1952 no Entroncamento, Compal foi resultado da associação de um grupo de entusiastas, uns visionários preocupados com os problemas da indústria alimentar. Tendo começado pela transformação de tomate, desde o início que um dos pontos fulcrais foi o contacto com produtores portugueses.

A primeira campanha publicitária surgiu também nesta década revelando desde cedo a natureza inovadora e dinâmica da marca. Transmitir aos consumidores a qualidade dos seus produtos foi desde sempre uma preocupação.